Categoria: Sem categoria

Sabe-se que a madeira é um material poroso e permeável onde a humidade é tanto absorvida como evaporada. Isto acontece, porque a madeira é constituída por fibras que, por sua vez, são compostas por canais e células por onde circula a seiva quando a árvore ainda se encontra fixa no solo.Estas células comunicam umas com as outras através de pequenos orifícios que são chamados pontuações. A madeira poderá ser tratada de diversas formas, de acordo com a utilização e funcionalidade que se pretende obter dos respetivos produtos. Por este motivo, deverá sempre escolher-se a proteção adequada, de forma a evitar eventuais danos e prejuízos que possam vir a ocorrer. Qualquer utilizador poderá servir-se da EN 335 para identificar a “classe de risco” de uma determinada condição de serviço e de uma localização geográfica. O quadro abaixo apresentado ajudará a determinar os agentes biológicos que podem atacar a madeira em certas e determinadas situações. Este quadro apresenta valores típicos de teor de água para madeira maciça e ainda, um resumo dos agentes biológicos que poderá atacar a madeira nas diversas classes de risco.

Fonte: EN 335-2, 2011, p. 9.

Referências Bibliográficas: Instituto Português da Qualidade, 2011. Durabilidade da madeira e de produtos derivados da madeira, Definição das classes de risco, Parte 2: Aplicação à madeira maciça. 2ª Edição. Caparica, Portugal.

Diogo Ribeiro – Engenheiro Civil SmartWood